Big crime meets big data

Uma das aplicações que particularmente me chamam mais atenção em relação a Analytics e Mineração de Dados é a aplicação de métodos de aprendizado de máquina e análise para identificar padrões criminais, e com essa ferramenta ter algum tipo de possibilidade de predição e mapeamento para prevenção.

Marc Goodman é o fundador de uma empresa chamada Future Crimes que é uma empresa de análise de dados sobre eventos que envolvem aspectos relacionados à segurança; e nessa entrevista ele chama atenção de como os dados pessoais das pessoas e as redes sociais estão virando cada vez mais dados para combater as atividades criminosas das mais diversas naturezas.

Big crime meets big data

Mineração de Dados Públicos – Open Data Projects

Hoje com os eleitores tendo cada vez mais acesso à internet, bem como as iniciativas populares em prol de governos mais eficientes vem tornado os projetos de Open Data (Abertura de dados públicos) cada vez mais importantes na administração de uma cidade. Através desses dados, é possível cidadãos que detêm algum tipo de qualificação para análise desses dados levar ao seu vereador, deputado ou representante legislativo alternativas para os mais diversos problemas de sua cidade ou região utilizando dados que muitas das vezes é descartado pelos orgãos públicos.

Nesse link está uma iniciativa de agregação de dados relacionados a projetos de Open Data, e as cidades participantes nos EUA, Canadá e Europa.

Mineração de Dados Públicos – Open Data Projects

Governmental Data Mining and its Alternatives

A Mineração de Dados no âmbito governamental tem se tornado uma preocupação bem recente na esfera acadêmica e judiciária. As implicações na aquisição, seleção, e privacidade sobre uma base de dados pública é de uma importância muito grande, e governos ao redor do mundo ainda não estão preparados para lidar com essas questões. Esse paper do pesquisador Tal Zarsky da University of Haifa – Faculty of Law apresenta um plano de trabalho bastante interessante sobre a utilização desses dados, para aplicação em diversas questões do quotidiano estatal como previsões, segurança, detecção de ameaças entre outros. Vale a pena a leitura.

Penn State Law Review, Vol. 116, No. 2, 2011

Abstract:

Governments face new and serious risks when striving to protect their citizens. Data mining has captured the imagination as a tool which can potentially close the intelligence gap constantly deepening between governments and their targets. The reaction to the data mining of personal information by governmental entities came to life in a flurry of reports, discussions, and academic papers. The general notion in these sources is that of fear and even awe. As this discourse unfolds, something is still missing. An important methodological step must be part of every one of these inquires mentioned above – the adequate consideration of alternatives. This article is devoted to bringing this step to the attention of academics and policymakers.

The article begins by explaining the term “data mining,” its unique traits, and the roles of humans and machines. It then maps out, with a very broad brush, the various concerns raised by these practices. Thereafter, it introduces four central alternative strategies to achieve the governmental objectives of security and law enforcement without engaging in extensive data mining and an additional strategy which applies some data mining while striving to minimize several concerns. The article sharpens the distinctions between the central alternatives to promote a full understanding of their advantages and shortcomings. Finally, the article briefly demonstrates how an analysis that takes alternative measures into account can be carried out in two contexts. First, it addresses a legal perspective, while considering the detriments of data mining and other alternatives as overreaching “searches.” Second, it tests the political process set in motion when contemplating these measures. This final analysis leads to an interesting conclusion: data mining (as opposed to other options) might indeed be disfavored by the public, but mandates the least scrutiny by courts. In addition, the majority’s aversion from the use of data mining might result from the fact that data mining refrains from shifting risk and costs to weaker groups.

Governmental Data Mining and its Alternatives

Governmental Data Mining and its Alternatives